CAPÍTULO 1 As AMIZADES

Role para baixo para explorar

1.1 - AS PEÇAS

O colar Aigle Protecteur presta homenagem à Paris russa de Gabrielle Chanel, com a águia de duas cabeças, trabalhada em platina e diamantes, vigiando os raros diamantes com lapidação escudo e as cintilantes fileiras de diamantes com lapidação briolette.

1.2 - A HISTÓRIA

“Os russos me fascinavam” Gabrielle Chanel
© 1976, HERMANN, www.editions-hermann.fr
Serge

Enquanto Paris via uma onda de imigrantes russos como resultado da revolução de 1917, Serge Diaghilev, o grande crítico nascido na Rússia, curador e empresário de balé, inundou a cidade com a mística da Rússia já em 1909. Com a sensacional estreia do Ballets Russes, uma trupe parisiense de dançarinos russos que se tornaria a companhia de balé mais influente do século XX, Diaghilev conjurou uma visão da Rússia na imaginação dos parisienses.

o colar aigle protecteur

Neste vídeo, a modelo está usando o colar Aigle Protecteur

Embora Gabrielle Chanel e Serge Diaghilev tenham origens distintamente diferentes – ele vem de uma família russa culta e rica, ela, uma órfã criada por freiras – o par improvável compartilhava afinidades, como uma ética de trabalho semelhante e um desprezo pelas convenções sociais. Uma noite, em sua casa em 29 rue du Faubourg Saint Honoré, Coco Chanel fez um glorioso evento em homenagem a Diaghilev, uma festa deslumbrante em que os russos conviviam com figuras da sociedade e artistas, enquanto a banda tocava no cenário opulento.

Modelo usando o colar Aigle Protecteur
Gabrielle e seus amigos
Gabrielle Chanel rodeada de amigos, incluindo Igor Stravinsky e Serge Lifar, a estrela do lendário Ballets Russes de Serge Diaghilev, © Foto de Roger Schall/Coleção Schall
Gabrielle Chanel rodeada de amigos, incluindo Igor Stravinsky e Serge Lifar
Uma ilustração de Gabrielle Chanel em um jantar, da edição de fevereiro de 1923 da revista American Harper's Bazaar, pág. 29. Todos os direitos reservados.
“Serge inventou uma Rússia para o exterior e, naturalmente, o exterior acreditou”
Paul MORAND, L'Allure de Chanel, 1976, © Hermann, pág. 103

Gabrielle Chanel observava Paris ficar louca por seus dançarinos fervorosos e sua versão ficcional da sofisticação russa – uma observação que teria um impacto profundo. Em 1922, Coco lançou a coleção “russa”, repleta de rubashkas, echarpes babushkas e bordados folclóricos – uma visão da Rússia de Gabrielle Chanel.

1.3 - SAVOIR-FAIRE

1.3 - SAVOIR-FAIRE

Inspirando-se nos artefatos russos no apartamento de Gabrielle Chanel, o diretor artístico do ateliê de Alta Joalheria da CHANEL esboça um estudo para o colar Aigle Protecteur, criando uma imagem da águia de duas cabeças empoleirada no topo do espelho extravagante de Coco Chanel.