CHANEL NEWS

KARL LAGERFELD FALA SOBRE O DESFILE

Entrevista por Natasha Fraser-Cavassoni depois do desfile Métiers d'Art Paris-Salzburg 2014/15.

the-chanel-jacket-by-francoise-claire-prodhon

A JAQUETA CHANEL
POR FRANÇOISE-CLAIRE PRODHON

A história da jaqueta Chanel começou com a invenção do tailleur no início da década de 1950. Esta peça de roupa moderna, confortável, combinando elementos masculinos e femininos, foi a resposta de Gabrielle Chanel ao estilo da década de 1950, o qual ela considerava muito restrito e não adaptável para a vida das mulheres.

"Um tailleur Chanel é feito para uma mulher que se move", disse Gabrielle Chanel, acrescentando: "Eu realmente me preocupo com as mulheres e queria vestí-las com roupas que a fazem sentir-se se sintam à vontade, roupas que elas possam usar para dirigir um carro, mas que ainda enfatizem a feminilidade". Foi um sucesso imediato, e o tailleur junto com sua jaqueta se tornaram itens essenciais nos guardas-roupas das mulheres, o sinônimo de liberdade e elegância casual.
A jaqueta, usada com uma saia wrap-around, é única, inspirada nas tradicionais jaquetas masculinas austríacas. Esta jaqueta em tweed, um dos tecidos da assinatura de Mademoiselle Chanel, foi inventado como uma segunda pele: reta, estruturada, com fecho de borda a borda e sem ombreiras ou entretela rígida.

Para conciliar flexibilidade e caimento, a frente da jaqueta é cortada no tecido, sem traços no busto. A parte de trás é cortada da mesma maneira, simplesmente separada por uma costura no centro. Painéis laterais e verticais aderem à frente e à atrás. A manga, cortada no tecido, encontra o corpete na parte superior do ombro. É ligeiramente inclinada com traços no cotovelo para seguir a forma do braço para dar a facilidade de movimento e conforto. Para garantir a perfeita liberdade de movimento, Mademoiselle Chanel tirava as medidas dos seus clientes, com os braços cruzados e mãos apoiadas sobre ombros. O forro de seda da jaqueta é cortado com os mesmos critérios para garantir conforto.
A corrente delicadamente costurada na parte de baixo da jaqueta garante que ela tenha um caimento impecável. O aspecto gráfico é enfatizado pelo adorno (trança de gorgorão, malha, etc.) que define o contorno da jaqueta, as bordas dos bolsos e os punhos. Os bolsos são colocados para tornar fácil o ato de deslizar as mãos. O revestimento é feito com botões de bijoux - estampado com cabeça de leão (o signo astrológico de Mademoiselle Chanel era Leão), trigo, camélia ou o logotipo duplo C .

Reinventada a cada estação, a jaqueta tornou-se um dos elementos icônicos Chanel. "De verdade, a jaqueta Chanel é inspirada na jaqueta masculina tradicional austríaca. Coco Chanel inventou um tipo de roupa que não existia nesta forma exata e isso é uma conquista que ninguém pode tirar dela. É um dos símbolos que definem o estilo Chanel". Como Karl Lagerfeld disse: "No mundo da moda, algumas coisas nunca saem de moda: calça jeans, uma camisa branca e uma jaqueta Chanel".

 

Françoise Claire Prodhon

Foto por Benoit Peverelli

1. SCIENCE & INDUSTRYAndy Stott
00:31
  • 1. SCIENCE & INDUSTRY00:31
    Andy Stott
  • 2. MR MOUSTAFA00:31
    Alexandre Desplat
  • 3. CONCERTO FOR LUTE AND PLUCKED STRINGS I. MODERATO00:29
    Siegfried Behrend
  • 4. SNOWBIRD00:35
    Clark
  • 5. DAYLIGHT EXPRESS TO LUTZ00:31
    Alexandre Desplat

PLAYLIST DO DESFILE POR MICHEL GAUBERT

00/30
metiers-d-art-paris-salzburg-show-

DESFILE MÉTIERS D'ART PARIS-SALZBURG

Schloss Leopoldskron, Salzburg.
Veja a coleção completa no chanel.com

Fotos por Olivier Saillant

Compartilhar

O link foi copiado