CHANEL NEWS

the-metiers-d-art

MÉTIERS D'ART

Desde 2002, a coleção Métiers d'Art, mostrada todo ano em dezembro, foca no Ready-to-Wear - fora da programação oficial do evento - a fim de ilustrar o excepcional savoir-faire e trabalho dos artesãos, incluindo bijuterias e botões de Desrues, penas e flores de Lemarié, chapéus de Maison Michel, sapatos de Massaro, bordados de Lesage e Montex e luvas de Causse.

Todos os anos, Karl Lagerfeld captura a história de Chanel escolhendo uma cidade que está ligada ao passado ou presente da Casa e tornando-a o tema de sua coleção. Assim, Karl Lagerfeld comemora a virtuosidade dos ateliers e um savoir-faire especializado, enquanto reinterpreta os códigos da Chanel.

Os artesãos habilmente interpretam os esboços de Karl Lagerfeld estação após estação com a maior devoção. "Ele é feito de forma artesanal, no melhor sentido da palavra, porque em artesão há "arte". A arte de fazer bem as coisas. Uma arte aplicada. E isso é realmente maravilhoso. Acho que a imagem desta coleção é refletida através da delicadeza que tem de ser vista de perto, quase tocada, para entender como é feita e para realmente apreciar a beleza deste trabalho ", explica Karl Lagerfeld.

A fim de continuar o seu legado e experiência extraordinária, a Chanel é a única Casa que tem uma coleção dedicada e inteiramente separada para o Métiers d'Art. Há mais de dez anos, esta coleção foi consistentemente desenvolvida e agora, usufrui de sua própria identidade.

Disponível nas boutiques a partir de maio, a coleção Métiers d'Art, casa-se com a modernidade do savoir-faire artesanal e oferece aos clientes um elegante e requintado guarda-roupa de Ready-to-Wear. Os acessórios - bolsas, sapatos, bijuterias e até botões - são o resultado da atenção dada a cada detalhe.

As cidades de Tóquio, Nova Iorque, Monte-Carlo, Londres, Moscou, Xangai, Byzance, Bombay, Edinburgh, Dallas e logo Salzburg, serviram como cenário para as apresentações das coleções Métiers d'Art da Chanel.

Foto por Anne Combaz

TEASER DO “REINCARNATION”, O NOVO CURTA-METRAGEM POR KARL LAGERFELD

“Reincarnation” é o título do video clip criado e dirigido por Karl Lagerfeld para acompanhar a coleção Métiers d'Art 2014/15 Paris-Salzburg que será mostrada no dia 2 de dezembro de 2014 em Salzburg.

Esse novo curta-metragem foi a oportunidade perfeita para Karl Lagerfeld desenvolver uma colaboração artística com Pharrell Williams, um amigo próximo da Casa e amigo pessoal do designer. Na verdade, o artista não só compôs e escreveu a letra "CC The World", a trilha sonora original de "Reincarnation", como ele também interpreta um dos papéis principais e será juntamente com Cara Delevingne, o rosto da próxima campanha da coleção Métiers d'Art 2014/15 Paris-Salzburg.

Karl Lagerfeld dirige Geraldine Chaplin e Pharrell Williams para imaginar um novo episódio da vida de Gabrielle Chanel. Gabrielle Chanel está em férias nos subúrbios de Salzburg em 1954, quando ela encontra em seu hotel um jovem ascensorista cuja jaqueta viria a inspirar a icônica jaqueta Chanel.

"Era hora de mostrar as origens da jaqueta Chanel, inspirada na que o jovem ascensorista estava usando em um hotel perto de Salzburg em 1950 (...) "Reincarnation" é a história da reincarnação da jaqueta de um jovem ascensorista em uma peça feminina atemporal”, declarou Karl Lagerfeld.

"Reincarnation” é também a evocação de uma outra era, a do Império Austro-Húngaro, em que Karl Lagerfeld traz à vida por uma noite no coração da década de 1950.

Karl Lagerfeld acrescenta: “Nada disso teria sido possível sem Pharrell Williams, Cara Delevingne e Geraldine Chaplin. É o elenco perfeito. Pharrell é um gênio e Geraldine no melhor de seu papel como Gabrielle Chanel no ano de seu retorno.”

"Reincarnation" será exibido em Salzburg e no chanel.com no dia primeiro de dezembro de 2014, na noite anterior ao desfile Métiers d'Art 2014/15 Paris-Salzburg.

FOCO NA COLEÇÃO CRUISE 2014/15

A coleção já está disponível nas boutiques. Mais informações no chanel.com

exhibition-agenda-tribute-to-the-marchesa-luisa-casati-in-venice

AGENDA DA EXPOSIÇÃO: HOMENAGEM A MARCHESA LUISA CASATI EM VENEZA

“A Divina Marchesa. Vida e arte de Luisa Casati de Belle Epoque até os anos de farra.”

"Eu quero ser uma obra de arte viva", disse Luisa Casati Stampa. Ela realizou seu desejo ao longo de sua vida extravagante que encantou a sociedade europeia no início do século 20 - vestindo cobras vivas como joias ou colares feitos de lâmpadas, jantando com manequins de cera, desfilando com um par de leopardos em coleiras de diamantes. Um dos lugares mais significativos da vida da Divina Marchesa, o Palazzo Fortuny, em Veneza, está hospedando a primeira exposição importante dedicada inteiramente a ela. Há mais de 100 obras entre pinturas, desenhos, joias, esculturas e fotografias emprestadas de coleções particulares e museus internacionais.

A exposição reconstrói - por meio de constantes referências cruzadas - as relações sociais e artísticas que preencheram a vida de Luisa Casati Stampa. Por meio século, ela era uma lenda viva, uma dark lady, uma grande colecionadora e patrona de arte e musa dos Simbolistas, Fauvistas, Futuristas e Surrealistas: uma personificação surpreendente e intrigante da modernidade e uma vida de excessos que ainda inspira artistas, sendo levada à casas de alta costura de hoje, como a Chanel.

Um esboço de Karl Lagerfeld e um vestido da coleção Cruise 2010 estão expostos no museu.

Até março de 2015.

Palazzo Fortuny, San Marco 3958, 30124 Veneza


Esboço por Karl Lagerfeld

Compartilhar

O link foi copiado