credits
credits

© Genica Athanasiou usando traje de Gabrielle Chanel para ANTIGONE de Jean Cocteau em 1922 - foto de Man Ray

gabrielle-chanel-s-antique-costumes

© Genica Athanasiou usando traje de Gabrielle Chanel para ANTIGONE de Jean Cocteau em 1922 - foto de Man Ray

TRAJES ANTIGOS DE GABRIELLE CHANEL

Escolher uma roupa sempre significa decidir qual personagem atuar, assim como um ator se veste para o papel de um personagem. A analogia se estende a criação de novos looks em esboços e desenhos. Assim, não foi de surpreender que no início dos anos 20, Jean Cocteau recorreu à Gabrielle, a mulher que ele considerava "a melhor costureira do dia". Ele pediu a ela para desenhar as roupas de três tragédias, Antigone, Orfeu, e Edipo Rex, com base em esboços grosseiros. Retomando a mitologia grega, ele ofereceu uma maneira de dar nova relevância a temas universais como a guerra, o casamento, o poder da linguagem e a metamorfose. Ao lado dos atores, Cocteau trabalhou com artistas de vanguarda, com Picasso fornecendo cenários e Honegger a música para Antigone.

Compartilhar

O link foi copiado