00/17
the-mood-of-the-show

© Anne Combaz

OS ATELIÊS NO GRAND PALAIS

Tudo começa aqui: as ideias e os esboços são trazidos à vida. Os ateliês de Alta Costura da Chanel são funcionais e discretos, em tons neutros. Nas mãos das costureiras, o esboço toma forma, transformando-se em uma silhueta.

A decoração do desfile de Alta Costura de 2016 é dedicada à criação: desde a ideia do vestido, das premissas à realidade. Um espaço octogonal reina sob os arcos do Grand Palais. Os convidados instalados no centro olham em direção aos ateliês da Chanel, como se eles tivessem sido transportados da rue Cambon, com alfinetes, modelos, rolos de tecido e algumas fotos. As modelos desfilam ao longo dos ateliês e o desfile junta-se aos bastidores. Cada costureira concentra-se em sua tarefa minuciosa, até que as modelos chegam com andar autoconfiante, capturando a atenção de todos.

Assim, as criações são apresentadas próximo de quem lhes deram forma: as costureiras, oferecendo uma imagem profunda e sem precedentes. Porque o ingrediente básico da Alta Costura da Chanel continua sendo os gestos hábeis e precisos das discretas costureiras – desta vez, no foco das atenções.

Angelo Cirimele

Compartilhar

O link foi copiado