the-story-of-the-iconic-bag

Wednesday, February 25, 2015

A HISTÓRIA DA BOLSA ICÔNICA

Iniciadora de uma nova atitude, liberadora e moderna, Gabrielle Chanel criou uma bolsa que ela precisava para si mesma, um acessório que libertou as mãos: a bolsa icônica da Casa tinha nascido.

Ainda hoje, o design clássico ainda segue as primeiras repartições definidas por Gabrielle: uma corrente entrelaçada com uma fita de couro que permite ser carregada no ombro, matêlasse inspirado no universo equestre que Gabrielle Chanel tanto amava, couro vermelho-escuro que relembra a cor do uniforme que Gabrielle tinha que usar no orfanato Aubazine e o fecho regular chamado “Mademoiselle”.

Toda coleção, Karl Lagerfeld transforma a bolsa icônica: materiais diferentes, fechos transformados em bijoux e alcochoado chevron enriquecem a família de bolsas Chanel. A bolsa icônica é parte de uma herança que é transmitida de mãe para filha. Como Chanel costumava dizer: “Moda se torna fora de moda, estilo, nunca”. . As Chanel used to say: "Fashion becomes unfashionable, style never".

Mademoiselle Chanel por Mike de Dulmen © CHANEL All rights reserved

Compartilhar

O link foi copiado