spring-summer-haute-couture-show-by-francoise-claire-prodhon

DESFILE ALTA COSTURA PRIMAVERA-VERÃO 2015 POR FRANÇOISE-CLAIRE PRODHON

A Chanel apresentou seu desfile de Alta Costura primavera-verão 2015 dentro de uma estufa botânica erguida embaixo da cúpula do Grand Palais. Na abertura do desfile, um jardim tropical floresceu com flores de papel, revelando a magia de uma exuberante vegetação multicolorida.

É uma coleção que Karl Lagerfeld criou usando uma esplendida paleta de cores frescas e vibrantes que foram inspiradas em um extraordinário jardim. Os primeiros looks a serem desfilados definiram o tom: de laranja brilhante, azul elétrico, amarelo pólen e rosa choque ressaltando o estilo moderno das silhuetas da coleção, que foram usados com acessórios como botas de couro pretas tipo meias e chapéus grandes de abas largas e palha escondido por um véu de tule preto. Jaquetas cropped de tweed com mangas longas ou três-quartos faziam par com saias de cintura baixa, mostrando a barriga das modelos. Essas saias sendo elas curtas ou largas, finas ou retas, esvoaçante ou rodadas, eram enfeitadas com cintos finos que tinha um tamanho incomum acompanhando o movimento das roupas dando um toque final. Preto e branco, as cores icônicas da Chanel, apareceram nos looks em forma suave e animada. Alegre e delicada, a seda de chiffon foi usada para criar um jogo sutil de camadas e transparência, que foi magistralmente apresentada por grandes casacos com cintos usados em cores tom sobre tom e vestidos preto, rosa e vermelho brilhante. Bordados, dobraduras de origami, acabamento com franjas em chiffon, pérolas, lantejoulas, materiais de efeito e também delicados transmitiram a especialidade dos ateliês. Os inúmeros detalhes de flores enfatizaram o tema da coleção encantando a tarde com seu esplendor.

Buquês de organza, couro, tule e pérolas floresceram nas saias, jaquetas e mangas, enfeitando, ao mesmo tempo, luvas de chiffon, elegantes chapéus de malha com uma variedade de flores preciosas. Poética e moderna, a mulher de flores Chanel, encarnou um grandioso jardim em que a Alta Costura rimava com perfeição.

Françoise-Claire Prodhon

Compartilhar

O link foi copiado