spring-summer-2014-haute-couture-by-francoise-claire-prodhon

HAUTE COUTURE PRIMAVERA-VERÃO 2014
POR FRANÇOISE-CLAIRE PRODHON

A encenação minimalista definiu o tom do desfile da coleção Haute Couture Primavera-Verão 2014 da Chanel. Sob o teto de vidro do Grand Palais, um palco, que consiste em paredes brancas brilhantes e painéis de aço polido, revelou uma grande escadaria de onde as modelos surgiram no início do desfile. Imerso nessa atmosfera de clube noturno, o músico Sébastien Tellier, usando um terno azul e rosa, foi acompanhado por uma orquestra inteira vestida de branco.

Karl Lagerfeld destaca-se na arte de dar a Haute Couture uma vibe moderna, transmitindo uma sensação de juventude, liberdade e leveza. Com uma coleção sem detalhes supérfluos, o luxo encontra-se nos materiais requintadamente refinados e cortes simples e elegantes. Apesar das "linhas puras" já fazerem parte das características da Chanel, estas foram reforçadas pela frescura e fluidez refletidas em cada um dos 64 looks da coleção.


Karl Lagerfeld revelou novas proporções para o terno Chanel. As silhuetas foram apertadas na cintura e acenturadas por jaquetas cropped e saias de cintura baixa. Os acessórios foram destaque com essa linha mais descontraída, com cotoveleiras, joelheiras e pochetes, exalando um espírito urbano chique. Tweeds trançados e às vezes bordados em tons claros (variando do branco puro ao marfim, do pó-de-rosa ao laranja-rosa e algodão-doce, pérola ou cinza cintilante, do malva ao lamé), suavizaram as silhuetas gráficas, adicionando um toque de frescor. De vestidos fluídos a longas jaquetas estreitas usadas com calças cropped skinny, Karl Lagerfeld modernizou ainda mais o clima da coleção combinando os looks com tênis, mesmo com trajes noturnos.

Este calçado sublime reflete a mesma fluidez e simplicidade da coleção, com materiais transparentes como chiffon, rendas e tule, assim como tecidos arejados por vezes bordados com lantejoulas ou com penas com detalhes metálicos. Os vestidos de noite foram revelados em um novo tamanho; acima do tornozelo. Mais uma vez, Karl Lagerfeld escolheu corres claras para seus vestidos em tons cintilantes que refletiam a luz, com o dramático preto que fez poucas aparições.

 

Esboço por Karl Lagerfeld

Compartilhar

O link foi copiado