Chanel Culture fund

O CHANEL Culture Fund (Fundo de Cultura CHANEL) é um programa global de iniciativas e parcerias únicas destinado a apoiar inovadores sociais no desenvolvimento de novas ideias e uma melhor representação na cultura e na sociedade. O Fundo visa promover a pluralidade de vozes e dar visibilidade a mentes inovadoras a nível global num momento em que as artes fornecem uma fonte de inspiração vital para o surgimento de novas perspetivas sobre a nossa forma de ver o mundo.

As parcerias do CHANEL Culture Fund

Com o objetivo de continuar a aumentar o importante legado de mecenato da Maison, a CHANEL também se compromete com uma série de parcerias de longo prazo com importantes instituições culturais em todo o mundo, a fim de criar novos programas que irão apoiar a inovação no campo cultural e criativo. Os projetos destinam-se a dar destaque à pluralidade de narrativas, promover a colaboração entre disciplinas e ajudar a difundir ideias transformadoras que beneficiem a cultura e a sociedade.

Entre as parcerias, incluem-se:

The National Portrait Gallery “Reframing Narratives: Women in Portraiture” (Londres):

A nomeação de uma equipa, liderada pela “Curadora da Chanel para a Coleção”, Flavia Frigeri, com o objetivo de investigar e melhorar a representação das mulheres na Coleção e na apresentação da Galeria, quando reabrir em 2023 após um importante projeto de transformação – a maior renovação da Galeria desde a sua abertura em 1896.

O Centre Pompidou (Paris):

Uma iniciativa de programação plurianual que incidirá em explorações colaborativas entre designers, artistas e cientistas, a fim de criar novas ecologias para cidades e comunidades sustentáveis.

Power Station of Art (Shanghai):

Como parte do alcance global do Fundo, a Chanel também está a estabelecer novas parcerias culturais na Ásia, com especial incidência na China continental.

O CHANEL Next Prize

Como parte do Fundo, a Chanel lança o CHANEL Next Prize – prémios individuais no valor de 100 000 euros para dez artistas que redefiniram radicalmente os seus campos artísticos, seja na música, dança, performance e artes visuais. Aberto a artistas de todas as idades, géneros e nacionalidades, o prémio vai financiar projetos transformacionais e também o acesso a uma comunidade de networking e mentoria, promovida pela Chanel. Um comité de seleção internacional será responsável pela nomeação e pré-seleção dos premiados.